Por um fio*

Imagem extraída do Google Maps

Quatro balaços de pistola cortaram a conversa.

A moto acelerou, debaixo da cama saiu o filho. Nem olhou pra carcaça do pai. No pinote, caiu fora.

Pedia pela mãe.

A mãe vinha pela rua das Acácias em direção a Algas Marinhas. Um filete de rua.

Não se encontraram.

A sirene do Siate riscou o silêncio. O filho ia longe.

Na mãe, deu um calafrio.

– Gilberto da Silva Bueno é seu marido?

Puxou os cabelos foi na hora que não viu o filho.


*Conto extraído da notícia: Marcelo Vellinho, “Criança se esconde embaixo da cama e escapa da morte”. Tribuna, 2009.

3 comentários em “Por um fio*

  1. parece um flash fotográfico, palavra ágil que diz muito em pouco tempo. Nas entrelinhas, a tragédia das ruas e dos lares, dizimados pela violência. Para o leitor fica o suspense e o desejo de um impossível final feliz. Só pra quem tem talento para transformar a linguagem implacável do jornal em momento de dor. Gostei

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s